Por março 19, 2013 0 Comentários Leia mais →

Garrincha, o anjo das pernas tortas!


Garrincha foi um jogador nas décadas de 50 e 60 que ficou marcado no cenário mundial! Para muitos, Manuel Garrincha foi o melhor jogador de todos os tempos, superando inclusive Pelé. O craque que fez sucesso no Botafogo do Rio de Janeiro, ficou eternizado por ser o primeiro jogador driblador do futebol. Seus dribles eram algo jamais visto antes no mundo da bola. O atleta inclusive possuía as pernas devidamente tortas, o que podia confundir os adversários na hora de marcar.

Dribles de Garrincha

Garrincha foi o primeiro jogador a fingir que ia pra um lado, e ia para o outro. Hoje em dia é bastante comum, mas na sua época foi algo inesperado, era algo inovador, que acabava com qualquer zagueiro.

O vídeo acima mostra momentos em que Garrincha usufrui de suas habilidades pra cima dos adversários.

Números:

O craque disputou mais de 600 partidas pelo Botafogo, onde fez mais sucesso, e marcou 245 gols. Ele mais tarde chegou a jogar em clubes populares como Flamengo e Corinthians, porém sem a mesma intensidade que teve no Fogão.

garrincha drible

garrincha drible

O destaque mesmo foi na seleção brasileira, onde conquistou duas Copas do Mundo ao lado de Pelé.

Garrincha sempre foi destaque na seleção brasileira ao lado de Pelé, porém na copa de 1962 ganhou mais destaque, pois Pelé havia se machucado. Mané assumiu o posto de protagonista, e liderou a seleção para o Bi Mundial.

Na seleção o jogador marcou 16 gols em 60 partidas e virou ídolo.

Além de ter sido um grande jogador, Mané Garrincha fez sucesso por ser uma grande pessoa. Infelizmente faleceu com apenas 49 anos, vítima de cirrose hepática. Dizem que o fato do craque ter consumido muitas bebidas alcoólicas, influenciou na sua morte.



Foram feitos vários documentários relatando sua história na vida, e no futebol, para mostrar a importancia que devemos dar à este craque que o Brasil teve.

Garrincha Copa do Mundo

Garrincha Copa do Mundo

publicado em: Jogadores

Publicar um comentário